| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Artigos & cia
  07/10/2006
  0 comentário(s)


Uma verdadeira viagem de outro mundo
Vi aqueles "monstros" tomando as cidades, destruindo as casas, as escolas, tudo. Só de lembrar dá um frio na espinha
A poucas semanas para o Dia das Crianças, é hora de iniciar a busca pelo melhor presente e melhor preço. A orientação é do Procon-PR para auxiliar o consumidor na sua compra. A coordenadora do órgão Ivanira Tereza Gavião Pinheiro lembra que, dentro de alguns meses é Natal, período em que os gastos crescem. Portanto, sugere atenção especial na pesquisa de preços para que o presente do Dia das Crianças não comprometa o orçamento familiar. Os brinquedos têm a preferência das crianças e mexem com a imaginação.
Jornal Umuarama Ilustrado, 2 de outubro de 2006

Reinaldo Silva*
Quem nunca ouviu uma história em que seres de outro mundo são os personagens principais? E quem nunca contou uma? Homens que viram lobos, mulheres vestidas de branco, animais que falam... A história que vou contar aconteceu, de verdade verdadeira, quando eu era pequeno, lá em Barbacena.

Meu pai, caminhoneiro desde que me conheço por gente, sempre me levou para viajar. Explicava as "manhas" da estrada e ensinava como ser honesto e nunca inventar histórias.
Uma vez, quando seguíamos viagem, ele freou o caminhão bruscamente e me acordou dizendo que tinha visto uma coisa estranha. Fiquei com medo. Luzes piscavam sem parar.

Lentamente, meu pai colocou o caminhão em movimento outra vez. As luzes iam ficando mais próximas e clareavam a noite, girando, girando...

Comecei a rezar para que não fosse nada sério. De repente, alguma coisa acenou para que meu pai parasse o caminhão. Ele parou.

- O que houve, pai?
- Não se preocupe, filho. Não é nada.


Era como se ele já tivesse passado por uma situação semelhante, porque ele não estava mais com medo. Estranhei.

Pareciam pessoas vestidas de marrom, mas as luzes impediam que eu visse com clareza. Lembrei de ter ouvido no rádio algo sobre a invasão da Terra por marcianos, homenzinhos marrons que desciam de naves espaciais para dominar o planeta.

Em pânico, vi meu pai sair do caminhão, mas não tinha forças para impedi-lo. Vi que eles conversaram por alguns minutos; uma eternidade. Seria a invasão dos marcianos começando? E por que ali? Por que com a gente?

Fechei os olhos e vi aqueles "monstros" tomando as cidades, destruindo as casas, as escolas, tudo. Só de lembrar dá um frio na espinha.

Abri os olhos e vi meu pai voltando para o caminhão. O marciano estava ao lado dele. Abaixei-me no banco e depois de algum tempo senti que o caminhão já estava em movimento. Sentei. Meu pai riu e perguntou por que eu estava assustado. Não respondi.

- Tudo bem, filho, era só uma blitz.

"Blitz" poderia ser qualquer coisa. "Blitz"? Como ele poderia estar tão tranqüilo depois de ter ido a uma blitz dos marcianos? Só depois de perceber minha angústia, ele me explicou o que havia acontecido e, com ressalvas, conformei-me.

Pouco antes de chegarmos ao hotel, vi, por entre as árvores, que as mesmas luzes de pouco tempo atrás agora cortavam o céu. Sumiram em questão de segundos.

Sei que meu pai não viu aquilo e até hoje, se tocarmos no assunto, ele vai dizer que eram apenas policiais. Mas tenho certeza que antes de sumirem céu adentro, aqueles marcianos olharam para mim, de dentro da nave, e acenaram, despedindo-se.


OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Artigos & cia
08/12/2007 - ° - O ano em que nos tornamos jornalistas
Ano cheio de descobertas, alegrias, tristezas, momentos bons e ruins, que guardaremos sempre em nossas lembranças ...
08/12/2007 - ° - MP prova que bom desempenho depende de compromisso
Para quem acredita que ser jornalista é fácil, o Matéria Prima mostra que jornalismo está ligado a esforço e dedicação ...
08/12/2007 - ° - Esse tal de jornalismo não serve pra mim
Um texto de 30 linhas, um desespero de duas semanas...; não sei dizer o que houve de errado, só espero que tenha sido momentâneo ...
27/10/2007 - ° - Tropa de Elite
01/09/2007 - ° - SATISFIRE - "Tocar com Andréas Kisser foi uma injeção de ânimo"
A banda Satisfire fala sobre as influências de seu novo disco e mostra que nem só de metal vivem os metaleiros....
26/05/2007 - ° - Sem voz, cronista caminha para a glória
Aos 74 anos, escritor sente as pernas tremerem ao escutar seu nome e a voz lhe foge novamente, assim como na infância ...
21/04/2007 - ° - Exageros da síndrome "the greatest hits"
A estratégia das gravadoras é lucrar; para tanto, vale vender as mesmas canções diversas vezes em nome do dinheiro...
14/04/2007 - ° - DeVotchka e a sorte do bilhete premiado
O cinema é o passaporte do sucesso para algumas bandas; ser imigrante na fonografia costuma ser eficiente...
07/04/2007 - ° - As bizarrices da criação literária de Almodóvar
Despudorada e viciada em música dance, a personagem Patty Diphusa exemplifica a juventude espanhola na década de 1980...
31/03/2007 - ° - Maria Antonieta e o (indevido) espírito roqueiro
Na cinebiografia da última rainha francesa, Sofia Copolla abre mão do bom senso estilístico e exagera na dose musical...
09/09/2006 - ° - Uma noite de Broadway em Paranavaí
O que poderia ser apenas mais uma noite de trabalho transformou-se em uma noite de sonhos...musicados...
01/07/2006 - ° - A Copa do Mundo é delas, das mulheres
No futebol, o público feminino também está batendo um bolão, e não é dentro do gramado, mas em frente à televisão...
29/04/2006 - ° - Conselho de pai
10/12/2005 - ° - A grande contradição do Natal
Temos sempre uma mensagem que contradiz nossos atos, e assim jamais nos responsabilizamos pelo que não fomos capazes de cumprir ...
10/12/2005 - ° - STEPHAN DOITSCHINOFF - "Gosto de viajar para poder pintar, para ter mais inspiração"
Artista plástico paulista que já vendeu telas para o astro Jimmy Page prepara, agora, a arte do novo CD da banda Sepultura...
03/12/2005 - ° - A crise da mentalidade
Banalizamos magníficos meios que, sem seu uso coletivo, se prestam a atender mediocridades da individualidade perversa...
19/11/2005 - ° - O ilusório poder de compra do fim de ano
A falsa idéia da harmonia entre emprego e consumo só poderia mesmo ser sustentada em um sonho natalino...
29/10/2005 - ° - Religião e Cidadania
Com tanto "mico" que nós, brasileiros, já pagamos, como se não bastasse, deixaram mais um "abacaxi" para um povo humilde...
16/09/2005 - ° - Uma história de tirar o fôlego... de tanto rir
O livro "A esdrúxula epopéia de Pelipe e D. Leopolda" é um bom remédio para curar o mau-humor: as risadas são garantidas...
11/06/2005 - ° - Lembranças geniais duma mente fantástica
Existem as regras, as linhas retas, os ângulos retos, projéteis e projetos: para vocês existem restos, os restos, os restos: excrementos...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP
Busca em

  
1989 Notícias