| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Comentário
  14/10/2004
  0 comentário(s)


A evolução primitiva da Coca-Cola
O refrigerante mais consumido no planeta regride tecnologicamente e quem agradece é o meio ambiente
A evolução primitiva da Coca-ColaCarla Guedes
Semana passada enquanto assistia ao programa “Mais Você” e saboreava um refrescante soft drink, a Ana Maria Braga fazia um merchandising da Coca-Cola. Até aí, tudo absolutamente normal, contudo fiquei abismada com o tipo do produto anunciado. Tratava-se daquelas jurássicas embalagens retornáveis. Sim, aquelas de vidro de décadas atrás e ecologicamente corretas. Resumindo, o merchan levava à massa que as antigas embalagens retornáveis da Coca-Cola estavam de volta às prateleiras dos mercados. E, para anunciar essa volta, a marca estaria lançando a promoção envolvendo somente as embalagens retornáveis de 1 litro, 1,25 litro e 1,5 litro. Não me recordo agora quais prêmios envolviam a promoção da Coke, mas garanto que eram um tanto quanto atraentes. Terminado o merchan, lembrei-me que essas embalagens já estavam disponíveis, desde o primeiro semestre deste ano, aos consumidores. Lembrei disso, pois a Coca-Cola havia feito um comercial sobre essas garrafas retornáveis. Comercial este estrelado por um cão, que por sinal era muito simpático.

Após todas essas recordações, perguntei-me: “ué, por que estão fazendo promoção agora?” É bem provável que essas garrafas retornáveis não devam ter atingido a marca estabelecida pelos “cabeças” da Coca-Cola, por tal motivo, resolveram atrair o público com promoções fascinantes. Afinal, quem não gosta de ganhar presente?

Deixando o lado mercadológico à parte, peguei-me refletindo sobre aquele merchan. Existe um lado bom nisso tudo. Se essa “onda” das embalagens retornáveis pegar novamente, teremos um meio ambiente mais leve. Está bem, as embalagens do tipo PET são recicláveis. Sim, disso eu já estou cansada de saber. Mas pense bem, haja curso de reciclagem para tanta embalagem PET, hein. Teremos faculdade de reciclagem de embalagens PET. “Aprenda a fazer bolsa, sapato, chaveiro, tic-tac, porta-retrato... tudo de embalagem PET.” Vão surgir os cursos por correspondência: “Os nossos cursos são reconhecidos pelo MEC. Ligue agora!”.

Já sei, já entendi tudo. Você vai ficar com aqueeeela preguiça de ir ao mercado toda vez que acabar o “refri” de casa, né?

Essa idéia pode desafogar um pouco do lixo que você produz em casa. Isso também pode ser o início do “novo ar” que podemos dar ao ambiente.
E semana passada, pensando exatamente em escrever este texto, chegando ao supermercado, encontro uma embalagem PET de Coca-Cola jogada no chão. Entrei no mercado e comprei por R$ 1,39 a embalagem retornável de 1 litro. Tá vendo, economizei, já que a PET (aquela que você pode jogar no meio da calçada) custa R$ 1,79. Quanto a ir ao mercado toda vez que a garrafa estiver vazia, não se desespere, relaxe, não pense na gasolina, “abra a cabeça” e reflita: consciência leve e R$ 0,40 a mais no bolso.

Aplausos... a atitude é nobre.

Imagem meramente ilustrativa/www.cocacola.com.br
  Autor: Carla Guedes


  Mais notícias da seção ° no caderno Comentário
08/12/2007 - ° - Matéria Prima - um ano de plantações
A primeira semente para o nosso sucesso profissional foi plantada, agora, espera-se a colheita...
08/12/2007 - ° - O término de uma preciosa temporada
Adeus com gosto de satisfação por mais uma vitória alcançada no decorrer de uma carreira esperançosa...
08/12/2007 - ° - O 'obrigada' de uma futura profissional
Em meio às preocupações do dia-a-dia universitário, nada como chegar ao fim do ano sabendo que foi tudo válido...
01/07/2006 - ° - Santa Ceia deixa de ser na mesa da Copa
Com a despedida do Brasil do Mundial acaba o clima de feriado religioso; agora ateu deixa de rezar e cético não faz mais promessa...
23/04/2005 - ° - Rede Globo de Televisão, 40 anos ao lado do poder
A "Vênus Platinada" se desenvolveu porque assumiu o tom oficialista, tornando-se retransmissora dos ideais governistas...
26/03/2005 - ° - Tecnologia digital para o mundo sem impressões
A banalização da fotografia digital, pela sua praticidade, pode trazer à sociedade perda histórica e cultural...
18/03/2005 - ° - Na sociedade do controle quem dá as cartas é a TV
Novelas e reality shows são planejados para nos fazer crer que decidimos, quando, na realidade, somos apenas marionetes...
04/11/2004 - ° - Depois de muito sofrimento, tudo volta ao normal
Chega sem pedir licença, vai entrando e não tá nem aí se você gosta ou não; ainda bem que a campanha eleitoral já acabou...
28/10/2004 - ° - Blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá...
A imposição dos programas eleitorais num país democrático: até que ponto esses programas podem convencer os eleitores? ...
14/10/2004 - ° - Nova lei prevê a extinção do cão errado
Políticos querem aprovar lei para extinguir as raças pit bull e rotweiller, porém, estarão punindo a raça errada...
02/10/2004 - ° - Os europeus comem, bebem e vestem Brasil
Depois de séculos de pilhagens, o mínimo que devem fazer é falar do Brasil, mesmo que nem saibam o que seja...
14/08/2004 - ° - Tragédia gutemberguiana em três atos
Chamemos de gutemberguianos aqueles que fazem o jornalismo; e qual a importância da profissão quando não existe a preocupação ética? ...
03/07/2004 - ° - Maluf, um forte candidato a Pinóquio?
Paulo Maluf tem o nome envolvido em mais um escândalo e tenta provar inocência colocando-se como vítima de armação...
26/06/2004 - ° - Brizola, brasileiro do Rio Grande do Sul
Morte marca o fim da política populista e ideológica da época de Vargas onde políticos governavam com paixão...
20/06/2004 - ° - Uma crítica [aberta] à falsa rebeldia
O jovem contemporâneo -que se diz ingenuamente rebelde- vive com os pais. E pior: depende totalmente deles...
12/06/2004 - ° - A perda da verdadeira essência do sexo
O sexo, a princípio, era somente visto como forma de reprodução humana; hoje o prazer se sobrepõe a essa idéia...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP
Busca em

  
1989 Notícias