| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Crítica
  27/10/2007
  2 comentário(s)


Revista dá sinais de perda no jornalismo
"Objetiva, abrangente e dinâmica", "Revista da Semana" não tem a melhor característica de seu veículo: a profundidade
Revista dá sinais de perda no jornalismoEquipe Matéria Prima
A campanha publicitária é bonita e o produto pode ser tentador: uma revista de poucas páginas, de preço razoável comparada às outras do mercado e que contém os fatos relevantes da semana em textos curtos e fluidos. Com o lema "mais informação em menos tempo", a "Revista da Semana" " nova publicação da Editora Abril " surgiu um pouco tímida nas bancas, em agosto deste ano, prometendo suprir a sede de informação do leitor brasileiro que não tem tempo de saber o que acontece ao seu redor. Ou seja, é mais uma revista que resume os fatos do cotidiano em textos curtos e de consumo rápido.

Mas não é de resumos que vive o homem. No mundo atual, os meios de comunicação são mais rápidos e ágeis que o impresso. A televisão, o rádio e principalmente a internet invadiram o mundo áudiovisual do leitor, onde gritam por atenção, despejando informações a todo e qualquer momento (o Plantão da Globo que o diga). E o jornalismo impresso, principalmente o de revista, precisa se adaptar a essas transformações, atraindo o leitor com o que tem de mais promissor: aprofundar-se na notícia, ir além do que já foi publicado e explicar ao leitor como todas aquelas informações podem afetar o cotidiano. Exatamente o contrário do que propõe a "Revista da Semana", que faz uma seleção "inteligente" (como ter certeza?) dos fatos mais relevantes da semana no Brasil e no mundo.

A publicação afirma que sua existência está voltada ao leitor dinâmico, que não tem tempo a perder. Mas o leitor tem tempo, sim: lê o jornal enquanto toma o café da manhã; escuta notícias no rádio, no caminho ao trabalho; assiste ao jornal na televisão enquanto toma o café depois do almoço e quando chega em casa, enquanto descansa. Os horários desses programas são milimetricamente calculados para que a audiência possa consumir as informações. Mas essa mesma audiência não é estimulada a pensar sobre o que ouve, lê e vê nos jornais. Isso forma uma geração alienada, mergulhada em informações que nada significam além de entretenimento. Nada é feito para que o leitor pense sobre as notícias. Não que ele seja incapaz, mas não é estimulado a fazê-lo. E com os problemas do dia-a-dia, para quê pensar sobre a Guerra do Iraque, se em nada vai afetar o Brasil?

A "Revista da Semana" não chega a ser ruim: o conteúdo (às vezes, dogmático, é verdade), tenta introduzir certa carga de questionamento, como na sessão "Polêmica", em que expõe os dois lados de um assunto, na opinião de especialistas. Boa parte da revista também é dedicada à cultura, com pequenas resenhas de filmes, livros e artes. Mas a revista assusta por sua filosofia: no momento em que o mundo está repleto de informações vindas de todo lugar, uma revista nova deveria ser capaz de traduzir essas informações, aprofundar-se nos assuntos relevantes, analisar como os fatos atingem a vida do leitor " não apenas copiar e colar o que achar justo ou o que vai de acordo com a política da editora. Em uma era em que o papel do jornalista já é questionado e voltado à filtragem de informações, a "Revista da Semana" dá sinais de que o jornalismo de revista pode perder o que tem de mais promissor, que é se aprofundar nas notícias. Uma perda ainda maior para o leitor, que joga fora os R$ 4,90 investidos em uma revista semanal com informações que podem ser vistas de graça na TV do barzinho da esquina.

Imagem meramente ilustrativa
"Revista da Semana" traz variedades, mas não se aprofunda

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Crítica
11/08/2008 - ° - CQC traz um novo conceito de jornalismo
O programa Custe o Que Custar, apresentado na Band, atrai telespectadores pelo humor inteligente...
30/06/2008 - ° - Com nova linha, Superpop não foca só entretenimento
A atração insere jornalismo na programação em busca de seriedade e audiência, mas não dá pra levar Luciana Gimenez a sério...
23/06/2008 - ° - A mídia aumenta e, às vezes, até inventa
A imprensa erra muito na cobertura de casos de grande impacto, prejudicando Justiça e influenciando a opinião pública...
16/06/2008 - ° - Jornal do Povo, o jornalismo de releases
Reproduzir textos de assessorias de imprensa é costume dos jornais, mas esse vício excede o limite do aceitável...
03/06/2008 - ° - 'Veja' atropela Justiça e sentencia casal
Ao determinar a informação pelo tamanho das letras da capa, revista induz leitor a julgamento prévio no caso Isabella...
19/05/2008 - ° - Verusca escolheu dia errado para morrer
A recepção jornalística que impressos de Maringá deram ao acidente que matou operária foi excessivamente discreta...
19/05/2008 - ° - A hegemonia da coluna social maringaense
Editoria exalta pessoas consideradas, na sociedade, modelos de glamour, sucesso e bem estar, e exclui as demais classes...
05/05/2008 - ° - Telejornal deve priorizar a informação
Por alguns instantes, o Jornal do SBT dá preferência para atração não-jornalística e faz propaganda da emissora no ar...
28/04/2008 - ° - Veja o sensacionalismo com Rosane Collor
Na divulgação da revista Veja ares de escândalos para causar impacto ainda rondam o campo do jornalismo...
21/04/2008 - ° - De "Aqui Agora" para "Aqui jaz Agora"
Programa que reestreou em março no SBT teve vida breve e a resposta para o fracasso pode estar no uso de velhas fórmulas...
14/04/2008 - ° - Maringá Urgente, um obituário eletrônico
Programa de caráter jornalístico apela para imagens sensacionalistas em horários inadequados e veicula situações fortes...
01/12/2007 - ° - O desprazer de ser entrevistado na TV
Com o lema "muito respeitoso", o programa "Prazer em Conhecê-lo" não se importa em tratar os entrevistados com cretinice...
17/11/2007 - ° - A imprensa e seu costume de engendrar
Com grande força de influência nas mãos, a mídia também é usada para manipular informações e distorcer a realidade ...
17/11/2007 - ° - Notícias culturais se resumem a notas
Muitas vezes, as notícias culturais mais se assemelham a algo como um panfleto, que mostra somente a hora, data e local do evento...
03/11/2007 - ° - A "inovação" que não está dando certo
Ao tentar ser diferente, interagindo com o telespectador, telejornal "SBT Manchetes" apresenta baixo índice no Ibope...
27/10/2007 - ° - Site "noticioso" aposta na onda da cópia
"Diário Notícias" tem como slogan "Seu jornal na web", mas direito autoral dos que produzem informação não é respeitado...
20/10/2007 - ° - Jornal esquece o "outro lado" da notícia
Abordar todos os lados do fato e ouvir mais de uma fonte, nem sempre está presente no cotidiano de "O Diário" ...
13/10/2007 - ° - "Debate Bola" faz discussão sem debate
Apesar de tendencioso, o programa vai sobrevivendo na programação da TV Record mais pelo humor do que pelo jornalismo...
13/10/2007 - ° - Programa esportivo dribla o jornalismo
Tentando inovar na apresentação de gols feitos na semana, o Globo Esporte marca pontos contra o jornalismo...
06/10/2007 - ° - Invasão de privacidade ou direito à informação?
Abuso de liberdade de expressão e coleta ilegal de informações colocam sob suspeita a prática do jornalismo...
29/09/2007 - ° - Os seus problemas também podem ser meus
Com um tom cômico e despreocupado, Ângelo Rigon faz de seu blog um instrumento de utilidade pública...
15/09/2007 - ° - Tendências fazem sucesso "Hoje em Dia"
Programa reúne informação, entretenimento e culinária na medida; convergência é palavra de ordem no mundo globalizado...
08/09/2007 - ° - Cobertura do Parapan deixa a desejar
Público não tomou conhecimento de grande parte do que aconteceu no evento; falta de divulgação pela TV ajudou e muito ...
08/09/2007 - ° - Espontaneidade do "Hoje" conquista público fiel
Telejornal-revista da "Rede Globo" perde um pouco da formalidade, mas, com muita leveza e humor, mantém confiabilidade ...
01/09/2007 - ° - Datena: jornalismo mesmo ou espetáculo
Fugir dos modelos convencionais de jornalismo tudo bem, mas exagerar, apelar e constranger não é seriedade...
18/08/2007 - ° - Profissionais sem ética desmerecem o jornalismo
A prática inadequada de alguns jornalistas faz as condutas profissionais de outros serem banalizadas...
11/08/2007 - ° - Jornalista deve tomar cuidado com o português
Apesar de algumas palavras não mudarem o sentido da informação, deveriam ser usadas com mais rigor e propriedade...
11/08/2007 - ° - "Mais Você": onde está o entretenimento?
Ana Maria Braga está perdendo o foco do programa; apresentadora agora resolveu se aventurar no jornalismo...
07/07/2007 - ° - As supostas máscaras da mídia brasileira
Ambigüidades e jogos argumentativos que visam a influenciar opiniões; no fim, tudo figura como estratégia política...
30/06/2007 - ° - Globo Notícias na velocidade do click
Rapidez na informação, por meio da internet, faz repensar modelo jornalístico da Rede Globo de Televisão...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP
Busca em

  
1989 Notícias