| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Entrevista
  16/06/2008
  0 comentário(s)


Arcebispo dom Anuar - "Nada que seja feito às escondidas ficará em segredo"
Doença sexual compulsiva mancha a imagem da Igreja Católica e traumatiza a vida de crianças inocentes
Arcebispo dom Anuar - Carina Bernardino
Segundo dados do censo de 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a população católica no país soma 124.980.132 de indivíduos. A veracidade dos dados comprova que a quantidade de fiéis católicos é um tanto significante. Porém, desde 2004, por meio de coberturas da mídia, a imagem da Igreja Católica tem sido abalada por escândalos envolvendo presbíteros em casos de abusos sexuais com crianças.

Para explicitar o posicionamento da Igreja Católica sobre os casos de pedofilia, foi entrevistado, por meio de um serviço de correio eletrônico gratuito, dia 25 de maio deste ano, o arcebispo metropolitano de Maringá dom Anuar Battisti.

Arcebispo da cidade desde 24 de novembro de 2004 e bispo referencial da Juventude no Regional Sul II da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Battisti, 55, tem como missão animar e coordenar o trabalho de evangelização nas 52 paróquias situadas em 28 municípios. A entrevista discorreu desde as etapas de formação religiosa de um presbítero, dogmas da Igreja, celibato sacerdotal até à revolução tecnológica que desumaniza o homem.

O arcebispo se considera moderno e à vontade para conceder uma entrevista por meio de um recurso tecnológico que vem transformando e oferecendo caminhos errados para os cristãos?
Não podemos ficar alienados do progresso da ciência e da técnica. Louvamos e agradecemos a Deus pela inteligência dada ao homem para progredir e aperfeiçoar a Terra.

O senhor considera que os casos de pedofilia deram início a uma das maiores crises da Igreja Católica nos tempos modernos?
A vida da Igreja é feita de pessoas humanas, com seus defeitos e qualidades. Sem dúvida esses casos que tomaram a mídia, mancharam a imagem da Igreja. Mais do que tudo a "vergonha", expressão do Papa na sua visita aos Estados Unidos e o encontro com algumas das vítimas, marcaram o sentir da Igreja hoje, que deve ser o amor e a misericórdia.

Em sua opinião, os padres pedófilos são resultado da necessidade do homem de se adequar às suas transformações pessoais? Por quê?
Esses padres certamente foram na sua infância vítimas de abusos sexuais, até mesmo por familiares. Não é uma necessidade natural, foram determinados pelas circunstâncias.

Para desvendar crimes sexuais cometidos com crianças e adolescentes, foi criado em março deste ano a CPI da Pedofilia pelo senador Magno Malta (PR-ES) . O senhor concorda com essa medida?
Sempre fui a favor da justa punição e quem deve paga. Todas as medidas que venham somar na defesa da dignidade humana têm meu apoio. Nada que seja feito às escondidas ficará em segredo.

Em entrevista concedida à revista Época na edição N° 309, 22 de abril de 2004. O senhor como representante da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou que: "a situação é preocupante, mas, é um desvio normal em qualquer ser humano e não se trata de um desvio de caráter ou de conduta". O senhor ainda considera como normalidade a recaída de religiosos e a classifica como um instinto inevitável e próprio do homem? Eu afirmei e continuo afirmando, todos os desvios de ordem sexual, fazem parte da natureza humana mal formada. Em algum momento da vida falhou a educação sexual afetiva. A sexualidade humana não pode ser entendida como genitalidade, a sexualidade é fundamental na construção de relacionamentos verdadeiros.

Segundo o psiquiatra Christian Gauderer a pedofilia é uma doença visível por meio de observação do indivíduo. Quanto à formação religiosa dos padres, nesse período há possibilidade de reconhecer a homossexualidade ou a doença compulsiva sexual?
Para formar um presbítero levamos oito anos de formação acadêmica e pastoral. Neste processo formativo o jovem é acompanhado por especialistas e orientado para assumir consciente e livremente o presbiterado sem coação. Nesses últimos anos a Igreja tem se preocupado em fazer um verdadeiro discernimento vocacional em todo o processo de formação.

A era tecnológica que o mundo está presenciando, vem revelando indivíduos cada vez mais capitalistas e desumanos. As competições são em busca da satisfação, seja financeira ou sexual, o que afasta os indivíduos das práticas religiosas. Foi essa nova era que influenciou a redução no número de padres ou foi o celibato sacerdotal?
A falta de ministros ordenados não está só na Igreja Católica. Também as Igrejas cujos ministros são casados, a necessidade de novos candidatos se faz sentir muito fortemente. Não é abolindo o celibato que se tem as soluções, porque também entre os casados se encontram casos de pedófilos. O celibato é tratado de forma clara e direta em todo o caminho de formação dos futuros presbíteros. Não existem "tabus" em tratar os temas relacionados à sexualidade e à afetividade.

Tirando a ideologia da Igreja Católica que não aprova a união de um padre pelo sagrado matrimônio. Qual seria sua opinião a esse assunto tão delicado? .
A igreja sempre foi a favor do matrimônio e defende a vida da família com unhas e dentes. Para os candidatos ao presbiterado se exige o celibato de livre escolha, e para toda a vida. Não vejo porque esse assunto ser "tão delicado".

Quais penalidades a Igreja impõe para um sacerdote que pratica pedofilia? Comprovados os fatos, o presbítero é imediatamente suspenso de seu ministério. Como todo e qualquer cidadão é colocado à disposição da Justiça.

O senhor acha que a cobertura da mídia ajuda ou atrapalha nas investigações sobre casos de abusos sexuais envolvendo padres e crianças?
A mídia cumpre o seu papel de informar, nem sempre tem todas as informações corretas e pode incorrer em graves enganos. A Igreja não tem nada a esconder. Toda investigação deve ser feita de forma correta e dentro da ética.

Qual medida a Igreja Católica está tomando para evitar novos casos de padres pedófilos?
Em todo o processo formativo é feito o acompanhamento pessoal de cada candidato. Para aceitar que ele venha ser ordenado presbítero, passa por várias etapas de avaliação, sempre dentro do que é possível detectar. No caminho da vida nenhum ser humano pode garantir perfeição sempre. Somos santos e pecadores.

Imagem/Carina Bernardino
Segundo dom Anuar, a pedofilia é "uma situação preocupante"

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Entrevista
11/08/2008 - ° - Antônio Recco - "Nós não copiamos, nós criamos"
O empresário conta como foi começar uma empresa, continuar no mercado e fala também sobre o SindiVest...
07/07/2008 - ° - Ana Luiza Martins - "Aqui [a imprensa] também é um quarto poder"
Historiadora lança o livro História da imprensa no Brasil que mostra a importância do jornalismo brasileiro...
09/06/2008 - ° - Daniele Hypólito - "Dei o melhor de mim como atleta"
A ginasta conta como foi ter ganhado a primeira medalha do Brasil em mundiais e comenta sobre as Olimpíadas de Pequim...
05/05/2008 - ° - Três Centavos - "Nossa intenção sempre foi tocar pelo prazer de tocar"
Banda de rock independente fala sobre dificuldades e aceitação do público em relação a esse gênero musical...
14/04/2008 - ° - Edith Dias - "Assumi pelo descontentamento na parte administrativa"
A vereadora faz uma análise de seu período de um ano como secretária de Esportes da prefeitura...
08/04/2008 - ° - Tchê Garotos - "Tiramos toda a indumentária e vamos ser populares mesmo"
Vocalista da banda fala sobre a transição para o Tchê Music, os sonhos alcançados e os projetos para o futuro...
01/12/2007 - ° - CHRIS DURÁN - "Deus trocou minhas vestes, de cantor para adorador"
Para o artista, o passado é uma página virada: dele, só quer lembrar as experiências que o levaram a Deus...
17/11/2007 - ° - ANGELA TAMIKO HIRATA - "A Havaianas é o produto mais democrático do Brasil"
Segundo a consultora executiva, acreditar no produto e saber se comunicar são algumas receitas para o sucesso...
10/11/2007 - ° - TÂNIA TAIT - "As mulheres tendem a lutar pelos seus direitos"
À frente da ONG Maria do Ingá, professora relata as experiências vividas em 20 anos de atuação pró-mulheres...
20/10/2007 - ° - JOSÉ RIBEIRO DA COSTA - "Um povo que não é culto é muito mais fácil de se manipular"
Conhecido como "Tijolo", ele faz parte do Música, Poesia e Cidadania, mas ainda é registrado como oficial de manutenção...
06/10/2007 - ° - ANDRÉ SANSEVERINO - "Não encaro a nudez com naturalidade"
Fotógrafo da "Playboy" defende princípios morais mesmo em meio a um mundo esteriotipado pela beleza estética...
22/09/2007 - ° - KENJI UETA - "Vindo do meio do mato, encontrei uma cidade moderna"
O pioneiro que registrou toda a história de Maringá, conta como a cultura japonesa sobrevive ainda hoje na cidade...
08/09/2007 - ° - JOAQUIM ROMERO FONTES - "Maringá será a segunda maior cidade do Paraná"
Agropecuarista revela conquistas na cidade e conta como se tornou um maringaense de coração...
18/08/2007 - ° - HENRIQUE CERQUEIRA - "Sem a internet, eu não teria reconhecimento"
Músico maringaense conta sobre sua ascensão na música popular brasileira por meio de Cláudia Leite, do Babado Novo...
11/08/2007 - ° - JOÃO BATISTA COSTA SARAIVA - "Hoje a adolescência já passou dos 20 anos"
Juiz diz que a redução da maioridade penal é um erro, e que o Brasil tem boa legislação da infância...
16/06/2007 - ° - Irmã CECÍLIA FERRAZZA - "Assistencialismo não muda, a pessoa fica na passiva"
Dez anos de administração de entidade a fizeram acreditar que tirar as crianças das ruas pode reduzir o custo social...
02/06/2007 - ° - ANTENOR SANCHES - "Maringá é um sonho tornado realidade"
Foi com simpatia que o presidente da Associação dos Pioneiros de Maringá recebeu o MP para falar sobre a cidade que tanto ama...
26/05/2007 - ° - JACIRA BOENO MACHADO - "Minha vida seria vazia se estivesse sozinha em uma casa"
O trabalho social e uma nova visão de família a transformaram em uma "mãezona"; isso tem sido a razão da vida dela há 30 anos ...
12/05/2007 - ° - SABRINA LEVINTON - "Não é só tendência de moda que conta"
Designer, estilista, colunista, consultora e coordenadora de moda fala sobre a profissão e o mercado em Maringá...
05/05/2007 - ° - LÉO ÁQUILLA - "Sou um homem como outro qualquer"
Artista quer se eleger vereador e criar nova disciplina nas escolas para tornar crianças tolerantes ao pluralismo sexual...
28/04/2007 - ° - LAÉRCIO FONDAZZI - "A população cobra, mas não acompanha o que é feito"
O Procurador-Geral do Município conta como chegou ao cargo, e qual a importância da procuradoria para a prefeitura...
21/04/2007 - ° - LUCIMARA RINALDI DA SILVA - "As crianças estão me ouvindo, sentem o frio que eu sinto"
Contadora de histórias revela como é trabalhar com o imaginário das crianças narrando uma boa história...
14/04/2007 - ° - Diogo Portugal - "Ser humorista é um acidente de percurso"
Humorista curitibano afirma que fazer humor é surpreender o público e que boas piadas podem estar em situações cotidianas...
07/04/2007 - ° - MARCOS CÉSAR LUKASZEWIGZ - "Eu era mais agressivo, mais engraçado"
Em entrevista ao jornal Matéria Prima, o cartunista do "Diário" expõe um balanço dos seus 20 anos de profissão...
31/03/2007 - ° - MARLY MARTIN - "Toda lei tem de pensar no bem maior e não no individual"
Vereadora de Maringá defende o projeto e diz que a cidade ainda tem um sistema de policiamento deficitário ...
15/12/2006 - ° - ELCI NAKAMURA - "É preciso estar com a mente aberta para o aprendizado"
A jornalista diz acreditar que, mesmo formado, o profissional deve sempre estar pronto para aprender mais...
15/12/2006 - ° - RAIMUNDO TOSTES " "Vejo a sala de aula como um espaço para celebração"
Médico veterinário e professor fala sobre o "caso aftosa" no Paraná e sobre sua dedicação à docência...
15/12/2006 - ° - VERDELÍRIO BARBOSA - "A função dos jornais é criticar, elogiar e orientar"
Dono do "Jornal do Povo" analisa imprensa maringaense, defende o estágio no jornalismo e critica o sindicato regional...
09/12/2006 - ° - RONALDO ESPER " "Não gosto de roupa bordada, mas eu desenho, faço e vendo"
Estilista considerado o "rei das noivas" discute temas e assuntos referentes ao seu passado e a moda brasileira...
02/12/2006 - ° - ELIAS GOMES DE PAULA " "Meu papel aqui é coordenar e ensinar o que sei sobre rádio"
Há mais de 20 anos no meio, historiador concilia a coordenação de uma rádio Universitária e locução em outra ...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP