| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Moda
  26/05/2007
  0 comentário(s)


Roupas ousadas e salto alto são ameaça à infância
Meninas na fase de brincar estão trocando a boneca e a inocência, pela minisaia, batom e salto alto
Roupas ousadas e salto alto são ameaça à infânciaDaniel Bento
Eles não querem mais ser chamados de criança. A garotada de 8 a 12 anos, cerca de 13,5 milhões de brasileiros, segundo o IBGE, gosta de ser tratada como pré-adolescente ou "tween", abreviação da palavra between (entre, em inglês) e trocadilho com teen (adolescente). E, para desespero dos pais, gosta de namorar, sair com os amigos e consumir como gente grande. Por isso, eles também mostram atitude: mandam e desmandam em casa. Ciente disso, a publicidade criou produtos específicos para esse novo filão, que vão de celulares a cosméticos. "Cabe aos pais colocar os limites apropriados e estimular o bom senso e as boas escolhas da criança", alerta a psicóloga Franciele Carin Alves Peron, 27.

Influenciados pela moda mostrada na TV, a menina é seduzida pelas roupas, acessórios e calçados usados pelas apresentadoras e atrizes famosas, conseqüentemente querem usar também para se parecer como uma delas.

De acordo com Salete Trigo, psicoterapeuta infantil, 31, no mundo do faz-de-conta, dá para ser palhaço, super-herói e até mesmo perua. Se a criança se vestir como adulto todos os dias, no entanto, estará correndo o risco de perder sua identidade. "A menina pode usar roupas e fazer coisas de gente grande, mas não é madura o suficiente para tanto. Precisamos de tempo para amadurecer física e emocionalmente", diz a psicoterapeuta. Na definição da especialista, pular a infância seria o mesmo que aprender a multiplicar antes de somar. "Precisamos de conceitos básicos para entender outros mais complexos, com os quais vamos nos deparar na vida adulta", resume.

Na opinião da pedagoga, especializada em orientação e supervisão, Marta Aparecida Pedroni Pimentel, 35, lida-se hoje com crianças e adolescentes que vivem um conflito entre o autoritarismo aprendido com os pais e a liberdade imposta pelo fenômeno chamado por ela de psicologismo. "Entre permitir tudo e deixar que as crianças façam suas escolhas e ser duro, ao ponto de não dar autonomia alguma aos filhos, há um processo em que a instrução dos pais é vital."

Na escola em que trabalha, segundo ela, há projetos que buscam reverter esse problema. "Nós levamos as crianças para brincarem na terra, preparamos dinâmicas de faz-de-conta para incentivar a imaginação com a intenção e recuperar a fase da brincadeira, que se perdeu em meio a essas mudanças de comportamento. Para mim, a educação e uma família estruturada e consciente são a única solução para que nossos filhos não se tornem escravos da moda e do consumismo e pulem uma fase tão importante, como é a infância."

Uso contínuo do salto alto "custa" caro


Formato dos pés também é fator determinante para saber se a mulher pode ou não usar esse calçado sem sentir dores


Alana Gazoli
Desconforto, danos à coluna, dores no joelho, joanetes e calosidades são alguns dos danos causados pelo freqüente uso dos calçados de salto alto. Utilizado cada vez mais cedo, o salto alto pode ser encontrado também nos sapatos infantis e é uma das exigências das crianças.

A jornalista Fernanda Leone, 29, conta que na adolescência usava calçados de salto alto todos os dias, mesmo quando os pés estavam doendo. "Tinha uns 16 anos, trabalhava como modelo em São Paulo, fazia dezenas de testes por dia, muitas vezes andava à pé e precisava, acima de tudo, estar sempre elegante."

Durante dez anos, o uso freqüente de calçados de salto alto trouxe conseqüências à saúde de Fernanda. "Em 2001, devido às dores, conseguia andar somente com sapatos de salto baixo, procurei um ortopedista e tive de fazer fisioterapia. Achava um absurdo ter de fazer sessões de tratamento por causa de um dedo", diz a jornalista.

Segundo o ortopedista Orides Rinaldi Merino, a primeira medida a ser tomada quando a pessoa tem um problema agravado pelo uso desses calçados é diminuir o salto. De acordo com estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o salto mais recomendado para uso diário é de até quatro centímetros. Rinaldi explica que com essa altura a pessoa consegue projetar 50% do peso para a frente dos pés e os outros 50% para trás, o que causa um equilíbrio das cargas. "Os calcanhares suportam 70% do peso do corpo, mas com um salto acima de seis centímetros, por exemplo, 75% do peso é projetado para a frente dos pés."

Contudo, o ortopedista diz que muitas pessoas não sabem que o formato dos pés é fator determinante para usar os calçados de salto alto. "Pessoas que têm pés largos vão sentir mais dificuldades do que aquelas que têm pés estreitos", complementa.

Imagem/www.uol.com.br
Crianças pulam infância e trocam brincadeiras pela moda

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS
  Autor: Daniel Bento e Alana Gazoli, 2º jornalismo


  Mais notícias da seção ° no caderno Moda
01/12/2007 - ° - Falta de padronização confunde consumidores
Roupas de mesma numeração e marcas distintas têm tamanhos diferentes; tabela para padronização está prevista para 2008...
10/11/2007 - ° - Moda consciente atua em prol da natureza
A preservação ambiental ganhou destaque nas passarelas do País; agora, segundo consultora, "preservar é um consumo necessário"...
03/11/2007 - ° - Moda fitness alia beleza ao conforto
A roupa de ginástica facilita as atividades físicas, segue tendências da moda e também ganha espaço no dia-a-dia...
13/10/2007 - ° - E-loja investe em criatividade alheia
Site que vende camisetas aposta na engenhosidade dos próprios usuários para desenvolver suas estampas...
13/10/2007 - ° - Marketing pessoal fomenta uso de trajes sociais
Maringaense começa a investir mais no social por uma exigência do mercado, porém o calor ainda é a dificuldade...
06/10/2007 - ° - Estilo country resiste às tendências
A essência das roupas especializadas, marcadas pelo jeans, botas e chapéus, é preservada por seus apreciadores...
29/09/2007 - ° - Roupa pode estimular percepção infantil
Modelos com riquezas de detalhes formam a moda educativa, que promete além de vestir ensinar as crianças...
22/09/2007 - ° - Gestantes buscam roupas mais modernas
Mesmo com as tendências lançadas constantemente pela moda, grávidas sentem dificuldade em conciliar beleza e conforto...
15/09/2007 - ° - Óculos Ray-Ban é moda há quase 90 anos
De início era apenas proteção para os olhos; hoje, o modelo se popularizou e é exibido por marcas famosas ...
15/09/2007 - ° - Cinto feminino volta ao lugar de origem
Acessório, agora largo, volta a ser utilizado na cintura; fabricantes da região de Maringá já aderiam à nova tendência...
01/09/2007 - ° - Mulheres têm vaidade até para sonhar
Pijama feminino deixa de ser opção apenas para dormir e se torna indispensável peça nos guarda-roupas das ousadas...
18/08/2007 - ° - Inverno maringaense dispensa tendências
A procura por peças básicas nas baixas temperaturas prejudica o ritmo dos estilos ousados da moda atual em Maringá...
11/08/2007 - ° - Sutiãs deixam de ser uma peça íntima
Após terem perdido o caráter oculto por baixo das roupas, os sutiãs passaram a ser mais visíveis no corpo feminino...
11/08/2007 - ° - Roupa tem signo oculto que revela a personalidade
Mesmo que você não perceba, o que está vestindo e as cores escolhidas transmitem informações ...
07/07/2007 - ° - Jovens de Maringá abandonam o relógio
O aparelho celular é o grande inimigo do relógio de pulso que, em cinco anos, sofreu queda de 50% nas vendas...
07/07/2007 - ° - "Fora de moda" é ter um estilo, diz especialista
Contemporaneidade muda os rumos da moda mundial; antes era ditadura, hoje é individualismo e influência...
30/06/2007 - ° - "Moda", agora, é o capacete cor-de-rosa
Para as pessoas cansadas do equipamento de cores convencionais, o rosa pode ser o diferencial...
23/06/2007 - ° - Sapatos podem fazer a diferença no "sim"
Considerados meros acessórios, os sapatos são peças fundamentais para trazer elegância e conforto às noivas ...
16/06/2007 - ° - Mudanças da moda agora atingem as calças
Adorada pelas mulheres, a calça jeans de cós baixo sai de cena, e grifes já anunciam o retorno do jeans tradicional...
02/06/2007 - ° - Moda também sobe aos palcos de Maringá
Um dos elementos mais importantes no teatro, figurino bem montado ajuda na transmissão da mensagem de um espetáculo...
02/06/2007 - ° - Tema da Expovest 2007 é moda conceito
Cianorte tenta mostrar um novo objetivo do evento, deixando apenas de produzir roupa e passando a ditar moda ...
26/05/2007 - ° - Pele de peixe pode ajudar moda local
Além de serem produtos diferenciados, artigos com couro de peixe constituem um mercado pouco explorado na região...
26/05/2007 - ° - Costureiras ainda têm clientela fiel
Apesar de ainda haver procura pela costura sob medida, não há consenso sobre lucro com essa atividade...
12/05/2007 - ° - Bolsas artesanais estão no alvo da moda
Tecidos, linhas, dedais e muita criatividade fazem o diferencial tanto na hora da produção quanto na comercialização...
05/05/2007 - ° - A roupa de baixo acompanha a modernidade
A moda revela que as lingeries estão longe de servir apenas para manter a higiene e o conforto, mas aflorar a sensualidade feminina...
05/05/2007 - ° - Tempo e sociedade ditam o que vestir
A moda reflete o momento histórico que se vive; hoje, o comum e o diferente são temas para criatividade...
28/04/2007 - ° - Cresce na cidade moda para fãs de mangá
Comércio de produtos se popularizou com lojas especializadas e um evento destinado para quem aprecia animação japonesa...
28/04/2007 - ° - Consultores de moda são artigos de luxo
Em Maringá, os profissionais são pouco procurados por lojistas; consultor é vinculado às empresas de grandes marcas...
21/04/2007 - ° - Empresa regional usa novela para divulgar marca
Confecção investiu em publicidade, buscando destaque nacional; retorno financeiro é positivo, segundo a proprietária...
21/04/2007 - ° - Mercados oferecem roupas mais barato
Além de estar em alta, roupas vendidas fora das lojas convencionais podem custar menos e reproduzir estilos urbanos...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP
Busca em

  
1989 Notícias


Livro
  °
  Ode para a medíocre sociedade decadente

Opinião
  °
  Veja o que dizem do jornal Matéria Prima
  °
  Alucinógenas ou não, o importante é consciência
  °
  Quarenta anos do ano que mudou o mundo
  °
  Veja o que dizem do jornal Matéria Prima
  °
  Mais que avaliar, Enem promove cidadania
  °
  Campanhas eleitorais esquentam o clima
  °
  Veja o que dizem do jornal Matéria Prima
  °
  Campanha pede um país menos corrupto

Entrevista
  °
  Antônio Recco - "Nós não copiamos, nós criamos"

Reportagem
  °
  Profissional do sexo adia planos afetivos

Geral
  °
  Asilo São Vicente de Paulo ampara idosos na Zona 21
  °
  Fundo de vale é desrespeitado na Zona 21
  °
  Segurança pública remete tranqüilidade à Zona 21
  °
  Construções impulsionam crescimento da Zona 21
  °
  Milhares de brasileiros optam pela EaD
  °
  PUC será construída em bairro carente
  °
  Topiaria embeleza casa de pedreiro no Requião
  °
  No Requião, o que mais aflige é a insegurança


      
   Expediente Suporte JEx