| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Reportagem
  05/05/2008
  1 comentário(s)


Estudiosos crêem em resfriamento do Planeta Terra
Professores dizem acreditar que o sistema poderá se tornar mais frio como parte de um processo climático cíclico
Estudiosos crêem em resfriamento do Planeta TerraFelipe Pamplona
Nos últimos anos a imprensa tem dado enorme foco à questão do aquecimento global, que segundo o Programa Educar da USP (Universidade de São Paulo), consiste no aumento da temperatura de todo o sistema terrestre (sendo oceanos e ar próximo de sua superfície). O possível agravamento resultará, além do aumento térmico, no crescimento do nível oceânico e do buraco da camada de ozônio.

A professora de climatologia da UEM (Universidade Estadual de Maringá) Leonor Marcon da Silveira, diz
acreditar que mudança climática depende do conceito que será adotado. "O que acontece no norte do Paraná, por exemplo, é uma variabilidade, uma potencialização causada pela ação humana."

Para Leonor, é prematuro afirmar que já houve mudança climática significativa por necessitar de tempo maior de observação. "Sou cautelosa ao definir uma projeção para aquecer ou resfriar a Terra de maneira radical por se tratar de uma natureza dinâmica, mutável." E conclui: "Não contesto o aquecimento global, questiono apenas essas estimativas apresentadas".

O professor de História da América Luiz Felipe Moreira salienta para a perspectiva histórica que está ligada às variações que o clima do planeta sofreu ao longo de sua trajetória. "O planeta passa por oscilações muito grandes, e a partir delas a ação humana se fez presente. O homem contribui para o aumento do efeito estufa, a emissão de gases, o desmatamento, e toda essa degradação feita a partir da Revolução Industrial."

Para Moreira a tendência é o resfriamento: "Não podemos nos esquecer que a Terra é uma estrela de quinta grandeza." Esse resfriamento segundo ele se daria em quatro a cinco milhões de anos.

A chefe do departamento de Geografia da UEM, Maria Eugênia Ferreira, declara que sob o ponto de vista geológico, a Terra já passou por vários períodos de aquecimento, inclusive até maiores do qual vive-se atualmente. Sobre o possível o resfriamento Maria Eugênia explica: "O aumento do nível dos oceanos causado pelas correntes quentes provocará precipitações. No caso das regiões mais frias como a Europa, a temperatura diminuirá ainda mais com o aumento das nevascas. E em regiões mais quentes como o Mar do Caribe haverá concentração salina do seu mar, de suas chuvas, diminuição da temperatura ambiente."

Quente ou frio, o que importa são os cuidados


Reciclagem, arborização e novos equipamentos são algumas das medidas adotadas para ajudar na preservação ambiental


Naiára Miosso
Muitas empresas nem sabem sobre a teoria do resfriamento global. Ao contrário, a idéia geral que se tem é a do, aquecimento global. Na visão da maioria das pessoas e empresas, daqui a algum tempo os efeitos climáticos e ambientais resultarão no aumento da intensidade dos raios ultravioletas do sol, o desgelo das calotas polares e aumento do nível do mar.

Em entrevista por telefone à reportagem do jornal Matéria Prima professor doutor Luiz Carlos Baldicero Molion, da Universidade Federal de Alagoas, diz que sendo resfriamento ou aquecimento o ser humano tem grande parcela de responsabilidade nesses acontecimentos. "Queima de petróleo, carvão mineral e florestas tropicais, são algumas das atividades humanas que causam a intensificação do efeito estufa, já que o CO2 [gás carbônico] é um dos gases que compõem a essas atividades", diz Molion, pós-doutor em Meteorologia.

Molion é um dos pesquisadores que diz acreditar na teoria do resfriamento global. O meteorologista observa que antes mesmo de existir o CO2 em grandes quantidades na atmosfera o planeta Terra já foi mais quente, e que com o passar do tempo a temperatura está diminuindo.

A teoria do resfriamento ainda é pouco conhecida pelas indústrias. O tecnólogo Ambiental da Cocamar (Cooperativa Agroindustrial de Maringá), Alisson Adamo de Andrade, diz só ter ouvido falar sobre a teoria do aquecimento global. Segundo ele o assunto traz grandes preocupações para as indústrias. "As empresas são praticamente obrigadas a se adequarem aos cuidados com o meio ambiente, porque se uma empresa não estiver dentro das qualificações ambientais exigidas será difícil conseguir financiamentos. Ou até mesmo exportar seus produtos", completa Andrade.

Na Cocamar, por exemplo, foi criado um departamento exclusivo para os cuidados com o meio ambiente. Segundo Andrade os investimentos são necessários. "A troca de caldeiras em óleo para caldeiras de biomassa [bagaço de cana] é uma das ações que devem ser tomadas para diminuição dos gases poluentes. Além da lenha que é queimada, que deve ser de reflorestamento." diz.

Empresa faz reflorestamento desde 1992



Naiára Miosso
A empresa de álcool e açúcar Alto Alegre existe desde 1978 no município de Colorado (distante 98 km de Maringá) e desde 1992 desenvolve um trabalho de reflorestamento nas áreas de preservação permanentes (APP). Segundo o diretor de produção industrial, Cidisnei Gil Miguel, antes de 1992 as áreas eram simplesmente abandonadas pela empresa, "mas depois deste ano começamos a interferir já que percebemos que as áreas não estavam se regenerando sozinhas. Por isso, começamos a interferir e plantar mudas de árvores nativas nas APPs", diz Miguel.

Ainda segundo o diretor, medidas industriais, como equipamentos menos poluentes e sobra de resíduos, são obrigações da empresa. "Já o plantio e recuperação das APPs são medidas que tomamos para ajudar o meio ambiente."

Atualmente a empresa possui mais de 5.000 alqueires de terra considerados área de preservação permanente. Desses, cerca de 2.000 já foram recuperadas. "Temos um compromisso de plantar cem mil mudas por ano", diz Miguel.

Na instalação de uma usina o meio ambiente é fator primordial. A empresa Alto Alegre inaugurou há pouco mais de um ano a nova unidade, onde, segundo Miguel, a parte industrial está 100% dentro dos padrões ambientais. "A nova unidade tem equipamentos da melhor qualidade para não poluir o meio ambiente."

Imagem/http://blog.uncovering.org/archives/uploads/2007/2007062100
O aquecimento global é causado pela interferência humana

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Reportagem
07/07/2008 - ° - Profissional do sexo adia planos afetivos
A sensibilidade feminina contribui para que essa categoria se torne vítima de seu próprio negócio...
30/06/2008 - ° - Adolescentes não cometem crimes, diz promotora
Para Mônica Azevedo, da Vara da Infância e Juventude, é erro tipificar conduta fora do padrão como violação da lei penal ...
09/06/2008 - ° - Estelionato é freqüente em Maringá, diz delegado
O número de ocorrências na cidade é grande e as estatísticas exatas para registrar o crime são desconhecidas...
03/06/2008 - ° - Homens encaram o papel de ser pai e mãe
Seja por morte ou por vontade própria, a cada ano aumenta o número de pais que criam seus filhos sozinhos...
28/04/2008 - ° - Intercâmbio gera troca de experiências
Julho está próximo e viajar para estudos ou trabalho no exterior é uma opção para quem quer conhecer novos lugares...
21/04/2008 - ° - 53% dos formados trabalham em outra área
Observatório Universitário pesquisou em um universo de 3,5 milhões de trabalhadores brasileiros formados...
14/04/2008 - ° - Empresa mantém horto florestal fechado
Companhia de terras alega falta de cuidados da administração pública com a área e espera proposta do governo do Estado...
08/04/2008 - ° - Maringá já debate uso de célula-tronco
Cidade possui grupos prontos para desenvolver pesquisas embrionárias, mas precisa de incentivo do governo...
10/11/2007 - ° - Agricultores familiares de Maringá ganham força
Projetos incentivam pequenos produtores a se unirem e, em parceria, fazerem diferença na economia do município ...
03/11/2007 - ° - Universitários enfrentam estradas todos os dias
Estudantes de cidades da região deslocam-se para Maringá diariamente, para ter acesso ao ensino superior...
03/11/2007 - ° - Educação religiosa pode gerar conflitos
Os pais e o ambiente em que a criança vive podem influenciar no momento de decidir a religião que irá seguir...
27/10/2007 - ° - Animais abandonados somam quase 36 mil
Órgãos responsáveis por fiscalização e controle não conseguem atender a demanda de abusos e maus-tratos ...
20/10/2007 - ° - Simples mudanças combatem a obesidade
Etapas no tratamento para obesos são importantes para que a reeducação alimentar seja feita de maneira saudável...
13/10/2007 - ° - Creche noturna é opção para mães maringaenses
Corujinha da XV atende 125 crianças no período das 11h30 às 22h30; a intenção é ajudar as mães que trabalham à noite...
06/10/2007 - ° - Coaching pode contribuir no autodesenvolvimento
Nova técnica auxilia pessoas a desenvolver diversas habilidades pessoais ou profissionais, afirma especialista...
29/09/2007 - ° - Lixo está se tornando objeto de luxo
Materiais recicláveis estão ganhando espaço no mercado, embelezando casas e ajudando a preservar o meio ambiente...
22/09/2007 - ° - Camiseta personalizada é uniforme do "terceirão"
Segundo professora Palmira de Castro, alunos do terceiro ano do ensino médio gostam de se diferenciar dos demais...
22/09/2007 - ° - Dúvidas sexuais são debatidas na mídia
Programas geram audiência para emissoras ao tratarem do assunto que mais instiga curiosidade e interesse do público ...
15/09/2007 - ° - Maringá tem mais de 250 idosos em asilos
Independentemente do motivo pelo qual estejam no abrigo, psicóloga diz que o desejo de ter uma família é constante...
08/09/2007 - ° - Equipe de varredeiras inova serviço em Maringá
As "Margaridas", primeira equipe feminina de limpeza urbana, inserem mulheres no mercado de trabalho e agrada a sociedade...
08/09/2007 - ° - Comerciantes preferem nomes em inglês
Não apenas em Maringá, mas no Brasil de modo geral, o estrangeirismo é utilizado em estabelecimentos comerciais...
11/08/2007 - ° - Morrer pode custar de R$ 90 a R$ 18 mil
Além de empresas funerárias, outros setores do comércio comemoram o crescimento desse mercado promissor...
11/08/2007 - ° - Aids avança entre pessoas com mais de 65
A prorrogação da vida sexual, graças a medicamentos contra impotência, aumenta o número de soropositivos idosos...
07/07/2007 - ° - Grupos de danças atraem mulheres acima dos 30
Academias ganham novo público mais experiente que se interessa pelos diversos ritmos oferecidos durante as aulas...
30/06/2007 - ° - Maringaense reclama de excesso de filas
Bancos, supermercados e postos de saúde lideram lista dos lugares que a população não suporta esperar por atendimento...
30/06/2007 - ° - Reciclagem pode reduzir lixo na natureza
Cada pessoa produz, em média, 300 kg de lixo por ano e cerca de 40% das compras é lixo, segundo a Companhia Ecológica...
23/06/2007 - ° - Hábitos alimentares mudam com inverno
Segundo nutricionista, o consumo de comidas gordurosas nesta época do ano é importante, mas exige cuidados...
23/06/2007 - ° - "Desabafar" pode ser o melhor remédio
Foi pensando nisso que o CVV (Centro de Valorização da Vida) criou um programa de apoio emocional à comunidade...
16/06/2007 - ° - Ex-obesos desistem do tratamento pós-cirúrgico
Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica percebem que estão emagrecendo e passam anão freqüentar psicólogos e médicos...
02/06/2007 - ° - Festcine traz cinema nacional à região
A quarta edição do Festival contou com três categorias competitivas nas quais o público também pôde votar em seus favoritos...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP