| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Reportagem
  11/08/2007
  1 comentário(s)


Morrer pode custar de R$ 90 a R$ 18 mil
Além de empresas funerárias, outros setores do comércio comemoram o crescimento desse mercado promissor
Morrer pode custar de R$ 90 a R$ 18 milRafael Andrian
Em quase todas as situações, morrer sempre significa perder alguém próximo, um momento triste. Porém, há de se ressaltar que a morte em si envolve várias questões, como um imenso comércio ao seu redor, que reúne cargos especiais, documentos, artigos e objetos, como caixões e flores, planos de funerária e até mensalidade de cemitérios. Trata-se do comércio da morte para aqueles que ainda não foram.

Afinal, no capitalismo, até a morte tem uma tabela de preços, e com alguns investimentos, pode-se obter algum lucro. O descanso eterno pode variar de R$ 90 a R$ 18mil, segundo Elizier Beluzzo, funcionário de uma empresa funerária de Maringá. "Existem funerais para todos os tipos de clientes. Quando alguém nos procura, já informamos todos os nossos planos e condições de pagamento, para que possam optar pelo mais rentável e que satisfaçam suas metas financeiras", completa Beluzzo.

Esse novo mercado não é apenas exclusividade das funerárias. Empresas de outros setores comemoram a boa fase. Luiz Guilherme da Costa, funcionário de uma empresa de revestimentos para túmulos, diz que esse é o melhor momento para o ramo. "Nunca tivemos tantas vendas como agora. Em média, fazemos seis túmulos por semana que variam de R$ 600 a R$ 1.900. Além disso, as famílias querem manuscritos, placas de bronze, fotos de porcelana. Até escudos de times pedem para a gente fazer. Tudo que possa amenizar esse momento difícil que é a morte de quem amamos, e que essa dor, no futuro, possa virar apenas uma grande saudade", diz o funcionário.

Elizier Beluzzo afirma ainda que o mercado da morte existe, mas garante que isso só beneficia as famílias que estão enterrando alguém. "As brigas entre as funerárias deixaram de existir. Antigamente se disputava o cadáver, e as famílias sofriam ainda mais. A precariedade do serviço era alarmante. Hoje temos profissionais em todas às áreas, desde o embelezador de cadáver até maquiadores profissionais."

Ainda de acordo com Beluzzo, quando o assunto é aceitação da morte, as pessoas estão engatinhando ainda para aceitá-la, e que fatos impensáveis se tornarão rotineiros em um futuro próximo. Segundo ele já existem técnicas de congelamento nas quais o morto tem todo o líquido do corpo drenado e substituído por outro não congelante. Depois é imerso em nitrogênio líqüido, onde permanecerá à espera de "cura". "Outras empresas internacionais também desenvolveram um processo para a confecção de diamantes a partir das cinzas do ente querido, que passa por uma espécie de purificação à temperatura altíssima, até que se obtenha o diamante sintético", diz Beluzzo. Para os aficionados em internet, uma funerária no Peru lançou um cemitério virtual, depois de "sepultado", pode-se encontrar uma biografia, ver fotos, vídeos, e até mesmo entrar em salas de bate-papo.

Imagem/sfmsa.sp.gov.br/produt.htm
Caixões, como os feitos de mogno, podem custar até 12 mil

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Reportagem
07/07/2008 - ° - Profissional do sexo adia planos afetivos
A sensibilidade feminina contribui para que essa categoria se torne vítima de seu próprio negócio...
30/06/2008 - ° - Adolescentes não cometem crimes, diz promotora
Para Mônica Azevedo, da Vara da Infância e Juventude, é erro tipificar conduta fora do padrão como violação da lei penal ...
09/06/2008 - ° - Estelionato é freqüente em Maringá, diz delegado
O número de ocorrências na cidade é grande e as estatísticas exatas para registrar o crime são desconhecidas...
03/06/2008 - ° - Homens encaram o papel de ser pai e mãe
Seja por morte ou por vontade própria, a cada ano aumenta o número de pais que criam seus filhos sozinhos...
05/05/2008 - ° - Estudiosos crêem em resfriamento do Planeta Terra
Professores dizem acreditar que o sistema poderá se tornar mais frio como parte de um processo climático cíclico...
28/04/2008 - ° - Intercâmbio gera troca de experiências
Julho está próximo e viajar para estudos ou trabalho no exterior é uma opção para quem quer conhecer novos lugares...
21/04/2008 - ° - 53% dos formados trabalham em outra área
Observatório Universitário pesquisou em um universo de 3,5 milhões de trabalhadores brasileiros formados...
14/04/2008 - ° - Empresa mantém horto florestal fechado
Companhia de terras alega falta de cuidados da administração pública com a área e espera proposta do governo do Estado...
08/04/2008 - ° - Maringá já debate uso de célula-tronco
Cidade possui grupos prontos para desenvolver pesquisas embrionárias, mas precisa de incentivo do governo...
10/11/2007 - ° - Agricultores familiares de Maringá ganham força
Projetos incentivam pequenos produtores a se unirem e, em parceria, fazerem diferença na economia do município ...
03/11/2007 - ° - Universitários enfrentam estradas todos os dias
Estudantes de cidades da região deslocam-se para Maringá diariamente, para ter acesso ao ensino superior...
03/11/2007 - ° - Educação religiosa pode gerar conflitos
Os pais e o ambiente em que a criança vive podem influenciar no momento de decidir a religião que irá seguir...
27/10/2007 - ° - Animais abandonados somam quase 36 mil
Órgãos responsáveis por fiscalização e controle não conseguem atender a demanda de abusos e maus-tratos ...
20/10/2007 - ° - Simples mudanças combatem a obesidade
Etapas no tratamento para obesos são importantes para que a reeducação alimentar seja feita de maneira saudável...
13/10/2007 - ° - Creche noturna é opção para mães maringaenses
Corujinha da XV atende 125 crianças no período das 11h30 às 22h30; a intenção é ajudar as mães que trabalham à noite...
06/10/2007 - ° - Coaching pode contribuir no autodesenvolvimento
Nova técnica auxilia pessoas a desenvolver diversas habilidades pessoais ou profissionais, afirma especialista...
29/09/2007 - ° - Lixo está se tornando objeto de luxo
Materiais recicláveis estão ganhando espaço no mercado, embelezando casas e ajudando a preservar o meio ambiente...
22/09/2007 - ° - Camiseta personalizada é uniforme do "terceirão"
Segundo professora Palmira de Castro, alunos do terceiro ano do ensino médio gostam de se diferenciar dos demais...
22/09/2007 - ° - Dúvidas sexuais são debatidas na mídia
Programas geram audiência para emissoras ao tratarem do assunto que mais instiga curiosidade e interesse do público ...
15/09/2007 - ° - Maringá tem mais de 250 idosos em asilos
Independentemente do motivo pelo qual estejam no abrigo, psicóloga diz que o desejo de ter uma família é constante...
08/09/2007 - ° - Equipe de varredeiras inova serviço em Maringá
As "Margaridas", primeira equipe feminina de limpeza urbana, inserem mulheres no mercado de trabalho e agrada a sociedade...
08/09/2007 - ° - Comerciantes preferem nomes em inglês
Não apenas em Maringá, mas no Brasil de modo geral, o estrangeirismo é utilizado em estabelecimentos comerciais...
11/08/2007 - ° - Aids avança entre pessoas com mais de 65
A prorrogação da vida sexual, graças a medicamentos contra impotência, aumenta o número de soropositivos idosos...
07/07/2007 - ° - Grupos de danças atraem mulheres acima dos 30
Academias ganham novo público mais experiente que se interessa pelos diversos ritmos oferecidos durante as aulas...
30/06/2007 - ° - Maringaense reclama de excesso de filas
Bancos, supermercados e postos de saúde lideram lista dos lugares que a população não suporta esperar por atendimento...
30/06/2007 - ° - Reciclagem pode reduzir lixo na natureza
Cada pessoa produz, em média, 300 kg de lixo por ano e cerca de 40% das compras é lixo, segundo a Companhia Ecológica...
23/06/2007 - ° - Hábitos alimentares mudam com inverno
Segundo nutricionista, o consumo de comidas gordurosas nesta época do ano é importante, mas exige cuidados...
23/06/2007 - ° - "Desabafar" pode ser o melhor remédio
Foi pensando nisso que o CVV (Centro de Valorização da Vida) criou um programa de apoio emocional à comunidade...
16/06/2007 - ° - Ex-obesos desistem do tratamento pós-cirúrgico
Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica percebem que estão emagrecendo e passam anão freqüentar psicólogos e médicos...
02/06/2007 - ° - Festcine traz cinema nacional à região
A quarta edição do Festival contou com três categorias competitivas nas quais o público também pôde votar em seus favoritos...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP