| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Reportagem

  03/11/2007
  0 comentário(s)


Universitários enfrentam estradas todos os dias

Estudantes de cidades da região deslocam-se para Maringá diariamente, para ter acesso ao ensino superior

Universitários enfrentam estradas todos os diasBrenda Caramaschi
A migração no País não é novidade. Todos os anos, muitos saem de suas cidades natais em busca de melhores oportunidades de emprego ou para obter educação de qualidade. O censo do IBGE no ano 2000 aponta que 7,4 milhões de pessoas no Brasil trabalham ou estudam fora da cidade em que moram. Na região de Maringá isso não é diferente. Muitos que vivem em municípios menores optam pela mudança de cidade, seja para trabalhar ou para ter acesso ao ensino superior. Segundo dados do Maringá Convention & Visitors Bureau, 60% dos inscritos no vestibular da Universidade Estadual de Maringá (UEM) no início do ano passado não são do município. A diferença neste caso é que os estudantes não têm necessariamente que mudar de cidade para atingir seus objetivos, contanto que se sujeitem a "pegar a estrada" todos os dias.

Essa opção se deve, principalmente entre os solteiros, ao fato de ser "mais cômodo continuar a morar com os pais", como afirma o estudante de direito Michel Andrei Abreu Gomes. Ele, que mora em Nova Esperança (distante 47 km de Maringá) usa o transporte de van todos os dias. Camila Benini, aluna do 3º ano de nutrição e namorada de Michel, diz que além da comodidade, o apego que tem à família é o que a impede de mudar-se para Maringá. Segundo ela, o maior empecilho que encontra por ter tomado essa decisão é o tempo que passa na estrada. O casal sai da cidade em que mora às 18h e só retorna para Nova Esperança à meia-noite. "Mas na van todos se dão bem. A gente vem conversando, vendo DVD, isso ajuda a passar o tempo", afirma Camila.

O conforto oferecido por alguns ônibus, com aparelhos de DVD, bancos reclináveis e ar condicionado, por exemplo, pode fazer o caminho parecer mais curto e, do veículo, um ambiente agradável para estudar, dormir ou colocar a conversa em dia, como afirma a estudante de farmácia Íris Heloísa, de Quinta do Sol (62 km de Maringá). "Não acho ruim estar no ônibus porque aproveito para estudar. Se morasse aqui [em Maringá] talvez não estudasse tanto. E o ônibus é divertido, sempre tem festa, conversas, filme, e ainda, para quem prefere, tem a opção de dormir", diz Íris.

Mas nem sempre os relacionamentos são fáceis nos ônibus. "Tem sempre muita briga, reclamações por causa da conversa. Os alunos antigos dizem que antes sempre tinha muita festa e a convivência era melhor, mas mudaram as pessoas e isso também mudou", diz Raini Ricci de Aguiar, residente em Paranavaí (84 km de Maringá), também estudante de direito.

Ônibus desconfortáveis também podem tornar a viagem muito mais cansativa e desagradável. Segundo a estudante de direito Suelen Varoni Antunes Paviani, que mora em Mandaguari (39 km de Maringá), o ônibus que faz o transporte dos estudantes é muito velho e está sempre lotado. Ela diz que sempre tem de viajar em pé. "O ônibus é muito ruim, chove dentro, porque não tem vidro, sempre quebra. Já ficamos várias vezes na estrada.". O ônibus que ela usa é cedido pela prefeitura, que cobra de cada estudante R$ 42 para as despesas de combustível. Na cidade, também há empresas particulares que fazem o transporte de estudantes. "Quem vai de van tem mais conforto, mas paga R$ 160", explica Suelen.

Se para os solteiros a vida na estrada não é fácil, a situação complica um pouco mais para os casados. Itairi Peretti, 28, é casado há cinco anos, mora em Colorado (78 km de Maringá) e cursa automação industrial. Ele trabalha como instrumentista numa usina de álcool e açúcar e, devido à jornada de trabalho e à faculdade consegue dormir, por dia, cerca de quatro horas. "O desgaste é muito grande, os problemas financeiros [por ter de pagar a mensalidade do ônibus, além da faculdade] e familiares [por quase não estar presente em casa] também", complementa. Mas, segundo ele, todo esse desgaste tem um objetivo justo. "Continuo pensando que todo esse sofrimento é para conseguir algo melhor."

Esse também é o pensamento de muitos outros estudantes que, da mesma forma, continuam a enfrentar horas na estrada para conquistar o sonhado diploma e correr atrás de um futuro melhor. Só no Centro Universitário de Maringá (Cesumar), o número de alunos de outras cidades matriculados na instituição chega a 40% do total. No campus de Maringá da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná a porcentagem é de 10%. As demais universidades (Maringá conta com nove instituições de ensino superior) não ofereceram dados numéricos, alegando que só podem oferecer tais informações mediante ofício, ou que o profissional que fornece tais dados não se encontrava quando procurado pela reportagem do jornal Matéria Prima.

Imagem/www.cajamarnet.com.br/?exibe=texto&id=2303
Tempo gasto na estrada é uma das queixas dos estudantes

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS


  Mais notícias da seção ° no caderno Reportagem
07/07/2008 - ° - Profissional do sexo adia planos afetivos
A sensibilidade feminina contribui para que essa categoria se torne vítima de seu próprio negócio...
30/06/2008 - ° - Adolescentes não cometem crimes, diz promotora
Para Mônica Azevedo, da Vara da Infância e Juventude, é erro tipificar conduta fora do padrão como violação da lei penal ...
09/06/2008 - ° - Estelionato é freqüente em Maringá, diz delegado
O número de ocorrências na cidade é grande e as estatísticas exatas para registrar o crime são desconhecidas...
03/06/2008 - ° - Homens encaram o papel de ser pai e mãe
Seja por morte ou por vontade própria, a cada ano aumenta o número de pais que criam seus filhos sozinhos...
05/05/2008 - ° - Estudiosos crêem em resfriamento do Planeta Terra
Professores dizem acreditar que o sistema poderá se tornar mais frio como parte de um processo climático cíclico...
28/04/2008 - ° - Intercâmbio gera troca de experiências
Julho está próximo e viajar para estudos ou trabalho no exterior é uma opção para quem quer conhecer novos lugares...
21/04/2008 - ° - 53% dos formados trabalham em outra área
Observatório Universitário pesquisou em um universo de 3,5 milhões de trabalhadores brasileiros formados...
14/04/2008 - ° - Empresa mantém horto florestal fechado
Companhia de terras alega falta de cuidados da administração pública com a área e espera proposta do governo do Estado...
08/04/2008 - ° - Maringá já debate uso de célula-tronco
Cidade possui grupos prontos para desenvolver pesquisas embrionárias, mas precisa de incentivo do governo...
10/11/2007 - ° - Agricultores familiares de Maringá ganham força
Projetos incentivam pequenos produtores a se unirem e, em parceria, fazerem diferença na economia do município ...
03/11/2007 - ° - Educação religiosa pode gerar conflitos
Os pais e o ambiente em que a criança vive podem influenciar no momento de decidir a religião que irá seguir...
27/10/2007 - ° - Animais abandonados somam quase 36 mil
Órgãos responsáveis por fiscalização e controle não conseguem atender a demanda de abusos e maus-tratos ...
20/10/2007 - ° - Simples mudanças combatem a obesidade
Etapas no tratamento para obesos são importantes para que a reeducação alimentar seja feita de maneira saudável...
13/10/2007 - ° - Creche noturna é opção para mães maringaenses
Corujinha da XV atende 125 crianças no período das 11h30 às 22h30; a intenção é ajudar as mães que trabalham à noite...
06/10/2007 - ° - Coaching pode contribuir no autodesenvolvimento
Nova técnica auxilia pessoas a desenvolver diversas habilidades pessoais ou profissionais, afirma especialista...
29/09/2007 - ° - Lixo está se tornando objeto de luxo
Materiais recicláveis estão ganhando espaço no mercado, embelezando casas e ajudando a preservar o meio ambiente...
22/09/2007 - ° - Camiseta personalizada é uniforme do "terceirão"
Segundo professora Palmira de Castro, alunos do terceiro ano do ensino médio gostam de se diferenciar dos demais...
22/09/2007 - ° - Dúvidas sexuais são debatidas na mídia
Programas geram audiência para emissoras ao tratarem do assunto que mais instiga curiosidade e interesse do público ...
15/09/2007 - ° - Maringá tem mais de 250 idosos em asilos
Independentemente do motivo pelo qual estejam no abrigo, psicóloga diz que o desejo de ter uma família é constante...
08/09/2007 - ° - Equipe de varredeiras inova serviço em Maringá
As "Margaridas", primeira equipe feminina de limpeza urbana, inserem mulheres no mercado de trabalho e agrada a sociedade...
08/09/2007 - ° - Comerciantes preferem nomes em inglês
Não apenas em Maringá, mas no Brasil de modo geral, o estrangeirismo é utilizado em estabelecimentos comerciais...
11/08/2007 - ° - Morrer pode custar de R$ 90 a R$ 18 mil
Além de empresas funerárias, outros setores do comércio comemoram o crescimento desse mercado promissor...
11/08/2007 - ° - Aids avança entre pessoas com mais de 65
A prorrogação da vida sexual, graças a medicamentos contra impotência, aumenta o número de soropositivos idosos...
07/07/2007 - ° - Grupos de danças atraem mulheres acima dos 30
Academias ganham novo público mais experiente que se interessa pelos diversos ritmos oferecidos durante as aulas...
30/06/2007 - ° - Maringaense reclama de excesso de filas
Bancos, supermercados e postos de saúde lideram lista dos lugares que a população não suporta esperar por atendimento...
30/06/2007 - ° - Reciclagem pode reduzir lixo na natureza
Cada pessoa produz, em média, 300 kg de lixo por ano e cerca de 40% das compras é lixo, segundo a Companhia Ecológica...
23/06/2007 - ° - Hábitos alimentares mudam com inverno
Segundo nutricionista, o consumo de comidas gordurosas nesta época do ano é importante, mas exige cuidados...
23/06/2007 - ° - "Desabafar" pode ser o melhor remédio
Foi pensando nisso que o CVV (Centro de Valorização da Vida) criou um programa de apoio emocional à comunidade...
16/06/2007 - ° - Ex-obesos desistem do tratamento pós-cirúrgico
Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica percebem que estão emagrecendo e passam anão freqüentar psicólogos e médicos...
02/06/2007 - ° - Festcine traz cinema nacional à região
A quarta edição do Festival contou com três categorias competitivas nas quais o público também pôde votar em seus favoritos...



Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP